Governo revoga aumento de energia elétrica para agricultores.

Mais Imagens



Os Vereadores da Câmara Municipal de Laurentino encaminharam para o Presidente das Centrais Elétricas de Santa Catarina, a MOÇÃO Nº 017/2019, de iniciativa da Vereadora Tânia Aparecida da Silva Schlemper – PSL e subscrita pelos Vereadores: Ademir Caetano – PTB; Ademilson Campestrini – PSDB; Élcio Luiz Bonacolsi – MDB; Luis Carlos Zanis – MDB; Osnildo Pedro Schmidt – PSDB; Salésio   Nardelli – PSDB; Valdecir Deluca – MDB e Vilmar Losi – PP, manifestando repúdio ao Decreto Federal nº 9.642/2018, de 27 de dezembro de 2018, que reduzia os descontos concedidos à tarifa de energia elétrica para produtores rurais de todo o país para os próximos cinco anos. O aumento nas tarifas de energia elétrica representaria 43% na fatura dos produtores rurais.

Esta Moção foi encaminhada para o Deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC), por intermédio da UCAVI, aprovada por unanimidade na Assembleia Geral realizada no Município de Lontras, tendo sido por ele enviada para o Ministro de Minas e Energia, sendo que o Governo Federal decidiu anular o Decreto nº 9.642/2018 por intermédio de outro Decreto nº 9.744/2019, que foi assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro e pelos ministros: Tereza Cristina, Paulo Guedes, Bento Costa Lima e Gustavo Henrique Canuto, mantendo os descontos na tarifa de energia elétrica para produtores rurais.

Essa é uma vitória de todos os cidadãos do município de Laurentino e que demonstra a força dos Vereadores da nossa cidade, que se uniram em defesa dos agricultores no município e de toda a região do Alto Vale do Itajaí, haja vista que a principal atividade do município de Laurentino é no setor agrícola.

A manutenção dos descontos na tarifa de energia elétrica pelo Governo Federal, certamente propiciará uma continuidade das atividades desenvolvidas pelos pequenos e médios agricultores, incentivando investimentos e aprimoramento das atividades que já vinham sendo desenvolvidas pelos agricultores da nossa região, diminuindo o êxodo rural na nossa cidade.